Imagem 1 - Orquestra de Violeiros de Pedreira (Museu do Amanhã - Rio de Janeiro)

A  Orquestra  de Violeiros de Pedreira com regência de Claudinho Cassiani, completou 15 anos de sua fundação preservando as tradições da Cultura Caipira na região do Circuito da Águas Paulista e em todo o Brasil.

PRINCIPAIS CONQUISTAS:

Timor Leste / Ásia: Apresentação musical, workshop de viola caipira e missa caipira.

Olimpíadas 2016: Apresentação musical na Casa Brasil – Píer Mauá.

Prêmios:  Edital Culturas Tradicionais; Edital Pontos de Culturas e Edital do Ministério das Relações Exteriores (Violeiros no Timor).

WTM: Apresentação Musical na maior feira de turismo da América Latina.

APRESENTAÇÕES EM ESTADOS:

São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Dilli (Capital do Timor).

A Orquestra de Violeiros foi transformada em Associação sem fins lucrativos, de utilidade pública sob lei n. 2453/2004.

Possuem CD com músicas autorais.

CONTATO: [email protected]

 

Imagem 2 - Corporação Musical Santana de Pedreira

Em 1893, o Senhor José Theodoro Alvarenga, amante de música, teve a ideia de reunir os instrumentistas existentes em um grupo, para a criação da Banda de Música Pedreirense. Sua dedicação pela banda trouxe professores de música de outras cidades para formar novos músicos em Pedreira. Conta-se em históricos que nos tempos do cinema mudo, vários integrantes da Banda de Pedreira faziam fundo musical para os filmes exibidos. 

Com o crescimento deste grupo musical, em 1904, a banda passou a se chamar Corporação Musical Santana e através da Lei Municipal N 850 de 17/04/1975, a Corporação Musical Santana passou a ser considerada Utilidade Pública. Atualmente a Corporação Musical Sant'Ana segue sob a regência do maestro Rinaldo Zamai. Contando com 40 músicos de idades entre 9 e 80 anos e realiza apresentações em eventos culturais, sociais, religiosos, esportivos e políticos, na cidade de Pedreira e em toda a região.